* mais sobre nós

* CONDEIXAbrincar

<< o grupo CONDEIXAbrincar sente-se em acção :) >>

* Pensamento da Semana

A vida não é uma pergunta a ser respondida. É um mistério a ser vivido. Buda

* posts recentes

* ...

* Dia Mundial da Criança!

* Actividade com APPACDM de...

* Entrevista realizada a Lu...

* Entrevista Coordenadora e...

* Entrevista Vereadora da C...

* Entrevista Casa da Crianç...

* Entrevista Bairro do Cicl...

* Actividade no jardim-de-I...

* Querem conhecer os jardin...

* Fotos Jardim-de-Infância ...

* Venham conhecer os Parque...

* Fotos da Casa da Criança

* Mais alguns jogos tradici...

* Museu com BRINQUEDOS TRAD...

* Datas a assinalar - Dia M...

* Afirmação do Ministro da ...

* Datas a assinalar - Dia I...

* FELIZ PÁSCOA

* Avalação da disciplina - ...

* Novas actividades

* DIA DA MULHER

* Entrevistas já realizadas

* Actividades realizadas no...

* No "mundo" das entrevista...

* Plano mensal de actividad...

* Chegou o Carnaval!

* Os Direitos da Criança

* A História da nossa vila

* Divulgação de entrevista....

* Tradições em Condeixa!

* Declaração Universal dos ...

* Fotos da nossa vila!

* Tradições da nossa vila.....

* Citações pertinentes

* Notas de AP

* Anteprojecto

* Um diálogo que nunca exis...

* Plano Anual de Acvtividad...

* Condeixa-a-Nova

* BI do grupo:

* Filme do CCC!

* Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

* arquivos

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* pesquisar

 

* subscrever feeds

Quinta-feira, 8 de Maio de 2008

Entrevista Coordenadora e Professora da escola do 1.º ciclo

Balanço da entrevista à Coordenadora e Professora Alcina Dias 

 Depois de realizada a entrevista à Coordenadora e Professora da Escola Básica do 1.º Ciclo de Condeixa-a-Nova, o grupo considera que a entrevista correu de forma bastante positiva, visto termos sido recebidas de uma forma muito agradável, com grande simpatia, amabilidade e gentileza.

Em jeito de balanço, o grupo julga que a entrevista foi bastante produtiva, já que contribuiu para consolidarmos os nossos conhecimentos - até ao início das entrevistas o nosso conhecimento era apenas teórico - acerca da ludicidade, do jogo em concreto, das actividades preferidas pelas crianças desta idade (6 – 9), assim como, em que condições se encontram os espaços lúdicos da escola, onde as crianças brincam; as parcerias existentes entre a escola e outras instituições, bem como, a opinião dos educadores sobre a educação da escola foram aspectos por nós inquiridos nesta entrevista.

Assim sendo, e questionando sobretudo os pontos acima enunciados, podemos averiguar através desta entrevista que os jogos da preferência da maioria das crianças são os jogos computadorizados / videojogos, muitas vezes deseducativos e violentos, passando as crianças, de hoje em dia, muito tempo debruçadas sobre este tipo de jogos, “negligenciando” a prática desportiva e ao ar livre, uma vez que os jogos tradicionais não revestem o seu maior interesse, pelo que as professoras, por este motivo e também por falta de tempo, devido à excessiva carga lectiva, não os divulgam muito junto dos seus alunos. No que se refere à prática de jogos, verificámos que não existe distinção quanto ao sexo, pois rapazes e raparigas gostam do mesmo tipo de brincadeiras, além disso, as educadoras visam combater atitudes sexistas, por parte das crianças. Constatámos, que quanto ao uso das TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) uma situação óptima e cómoda, para alunos e professores, está ainda muito longe de ser atingida, já que existe apenas um computador por sala – para cerca de 20 alunos – e o seu estado não é o mais moderno e eficaz.

O gosto pela leitura nestas idades foi outro dos aspectos que podemos constatar com a realização desta entrevista. As crianças nesta idade escolar têm um gosto muito aguçado pela descoberta, pelo que a leitura torna-se um meio de satisfazer a sua curiosidade. No entanto, a leitura dentro da sala de aula tem de ser transmitida às crianças através do lúdico – assim como todas as actividades e aprendizagens -, para que não se torne uma actividade aborrecida e monótona.

A escola realiza várias parcerias com as instituições locais para dinamizar as actividades lúdicas das crianças e sempre que há um dia especial ele é assinalado de forma divertida na sala de aula, não negligenciado nem a ludicidade nem a aquisição de conhecimento.

O espaço físico da escola do 1.º ciclo de Condeixa é amplo, moderno, recente (a escola foi construída acerca de 5 anos), agradável e acolhedor; é constituído também por um grande número de salas de aula – esta escola alberga todos os alunos que vivam na zona de Condeixa ou onde tenham fechado as escolas das suas aldeias, pertencentes ao concelho – com vários armários de apoio, quer para alunos e professores, e um pequeno laboratório, uma espécie de sala mais pequena. O espaço exterior é acolhedor, onde as crianças brincam e convivem; como a professora Alcina nos contou, era já há muito sentida a falta de um espaço coberto, onde as crianças pudessem brincar aquando do tempo mais chuvoso - actualmente encontra-se em construção.

Podemos averiguar que a classe social dos pais desta escola é muito díspar e homogénea, e que esta influencia a aprendizagem e o modo como a criança assimila os conhecimentos. O carinho e a afectividade nestes alunos têm que ser muitas vezes compensados pelas professoras, pois em casa, no seio da família, as crianças são muitas vezes “esquecidas” pelos pais, devido ao ritmo de vida alucinante da sociedade actual e pela exigência cada vez maior do currículo escolar, que obriga as crianças a passarem muito tempo na escola; os seus problemas, os seus anseios, as suas alegrias, as suas dúvidas e “porquês” são relegados para segundo plano, pois o convívio com os pais é pouco aprofundado.

No que se refere à participação dos encarregados de educação na escola dos seus educandos, esta é muito vaga e apenas uma pequena minoria participa de forma activa e construtiva.

         A realização desta entrevista constituiu um óptimo recurso para enriquecer o nosso projecto, pois permitiu-nos ouvir a opinião de uma profissional que se encontra no “terreno” e que para além de ser professora, e de estar todos os dias a educar e a trabalhar com as crianças, é também coordenadora desta instituição educativa. Além disso, permitiu-nos observar de perto como são as brincadeiras e as relações entre as crianças, como convivem e resolvem os seus conflitos, estruturando assim a sua personalidade e identidade própria.

sintimo-nos: preparadas...
publicado por condeixabrincar às 23:33

link do post | comentar | favorito

* links